Francisco Paulo Sant'Ana escreveu milhares de crônicas originais, criativas e posicionadas ao longo de uma carreira de 45 anos como jornalista e comunicador. Sua primeira coluna em Zero Hora foi publicada em 17 de novembro de 1971 e aborda uma de suas grandes paixões: o Grêmio. Inquieto, provocador e sintonizado com o público, ele transita com naturalidade por diversas áreas da cultura e da comunicação — do rádio à televisão, da música à poesia, da conversa de bar à leitura filosófica —, mas é na crônica do cotidiano que se pode observar o melhor desse gênio multitalentoso. ZH oferece aos leitores, neste espaço,  a cronologia da carreira, um vídeo com histórias contadas por amigos e uma criteriosa seleção de crônicas do acervo imortal de Paulo Sant'Ana sobre alguns dos temas de sua predileção.

Eis o homem!

Eis o  gênio!

vídeos

+

Outros causos de Paulo Sant'Ana contados por amigos e colegas de trabalho:

Pedro Ernesto Denardin

melhores

colunas

AS

SANT'ANA ESCREVEU SOBRE DIVERSOS TEMAS. ESTES FORAM OS PRINCIPAIS:

cronologia de uma carreira

Veja momentos da trajetória de

Francisco Paulo Sant'Ana em ZH.

Navegue pelas datas e passe o mouse sobre as imagens para aumentá-las:

PRODUçÃO

Isadora Neumann

CONTEÚDO

Editoria de Opinião de ZH

Eduardo Rosa

Letícia Coimbra

design

Diogo Perin

ILUSTRAÇÃO

Fraga

cronologia de